JÚPITER EM PEIXES – De 13/05 a 28/07/21 – De 29/12/21 a 10/04/22

0
1009

De 13 de maio a 28 de julho de 2021
De 29 de dezembro de 2021 a 10 de abril de 2022
De 28 de outubro a 20 de dezembro de 2022

O ingresso de Júpiter em Peixes acontece uma vez a cada doze anos e dura aproximadamente um ano. Mas esse trânsito não é uma rota direta. Durante os próximos dezoito meses, Júpiter ziguezagueia para Peixes, de volta para Aquário, de Peixes para Áries e de volta para Peixes.

As datas importantes incluem:
13 de maio de 2021: entrada de Júpiter em Peixes
28 de julho de 2021: Júpiter retrocede para Aquário
29 de dezembro de 2021: Júpiter de volta a Peixes
10 de maio de 2022: entrada de Júpiter em Áries
28 de outubro de 2022: Júpiter de volta a Peixes
20 de dezembro de 2022: Júpiter entra em Áries

Para a Astrologia, é um movimento importante! Júpiter fica mais poderoso num signo onde é corregente, junto com Netuno. Como um Papai Noel cósmico, Júpiter representa qualidades de generosidade gregária. O arquétipo de Júpiter é `Zeus ‘; o rei dos deuses, maior que a vida, o governante do universo. Júpiter nos presenteia com entusiasmo, humor, positividade e otimismo por onde transita. O significado de Júpiter é construído com base em crenças, filosofias e benevolência.

É o maior planeta do sistema solar e o significa é este: EXPANSÃO. Onde ele transita, ele expande. Onde você encontra o seu Júpiter natal, por exemplo, é onde você busca expandir, onde você busca e encontra a liberdade, expressando a verdade sobre ‘você’.

Claro, em aplicações práticas, grande nem sempre é melhor. A expansão pode ter muitos significados: levar a excessos, exageros, desperdícios, expansão do peso, expansão das liberdades individuais ou a expansão final da alma que ocorre na morte. A questão é que Júpiter se presta à grandeza e isso, na via positiva, inclui a busca de sabedoria, ampliação de horizontes, um trânsito do planeta bem vivenciado geralmente corresponde a um resultado positivo e edificante.

Júpiter pode expressar sua benevolência muito bem ao transitar por Peixes. Júpiter ressoa com as qualidades do signo através da compaixão, inspiração, imaginação, assuntos transcedentais, estados alterados de consciência. Peixes governa todas as coisas “além da realidade”: psiquismo, retiros, reflexões, espiritualidade, simbolismos, sonhos, divindade, idealismo, imaginação, ilusão.

Embora o etéreo Peixes represente tudo o que está além da realidade, ironicamente, ele também incorpora “toda a vida”. Peixes é o signo de água por excelência, o mar de onde nasceu a vida. O novo regente de Peixes é o rei dos mares, Netuno. A água é o grande dissolvente, o motor primordial da matéria e a substância comum que nos conecta a todos. Desta forma, Peixes abraça simultaneamente o ‘tudo’ e o ‘acima de tudo’, alma, espírito, transcendência.

O trânsito de Júpiter por Peixes promete ampliar essa energia aquosa, sensível e mutável. Teremos um gostinho disso a partir do dia 13 de maio de 21. Mas todos esses temas ficam mais ampliados a partir do próximo ano. Como uma onda, atingirá o pico com seus dons expansivos em meados de abril de 2022, quando encontrará Netuno! Teremos o encontro dos dois governantes de Peixes, no próprio signo!

A cada 12 anos Júpiter transita por Peixes, mas dessa vez será especial. A última vez que experimentamos coletivamente uma conjunção de Júpiter com Netuno em Peixes foi em 1856. O final do século XIX explodiu com a busca espiritual. O movimento transcendental, os primórdios da hipnose, psicoterapia, teosofia, a religião do Espiritismo, bem como a Guerra Civil Americana baseada nas liberdades humanas.

Podemos esperar uma explosão semelhante no anseio espiritual nos próximos doze meses.

Júpiter transitava em Peixes quando o filme Titanic ganhou vários Oscars em 1998. Reuniu o maior número de prêmios. A palavra “titânico” significa “grande”. O filme retratava os tristes temas de Peixes de perda e morte, mais a fantasia de um romance eterno ambientado no abismo aquoso do mar de Netuno.

Vamos refletir sobre as possibilidades:

– Crescimento da busca espiritual, maior participação em práticas espirituais, incluindo círculos de desenvolvimento psíquico e mediúnico, meditação e oração.
– Necessidade coletiva de se conectar com outras pessoas por meio de doações, de solidariedade, apoio compassivo e ativo.
– Demanda por transparência e justiça por parte dos governos, especialmente envolvendo o tema netuniano / pisciano de vírus e vacinas.
– Mais consciência sobre a saúde e segurança dos cursos de água do mundo, incluindo tecnologias para impactar positivamente a água potável e proteger os oceanos.
– Ênfase na compaixão, na confraternização, no trabalho da alma, na cura universal, nas análise e simbolismos dos sonhos.
– As artes, o cinema, a cultura, a música, os temas que inspiram, elevam, ativam a imaginação e elevam a alma estarão favorecidos.

Particularmente, tenho fé na imunização coletiva favorecida por Júpiter, pois Peixes rege o sistema imunológico. Júpiter também fala de liberdade, rege as grandes viagens e os grandes eventos. Setores que ficaram comprometidos e impossibilitados pela pandemia. Aliás, “fé” é outra palavrinha mágica que nos remete a todos estes simbolismos juntos: Júpiter, Netuno e Peixes. Espero sinceramente que Júpiter em Peixes nos traga de volta essa energia entusiasmada da liberdade, o sabor positivo da aventura pra maiores e melhores experiências!

Go, Júpiter!!

Marcelo Dalla
Formado em Comunicação pela ECA – USP.
Estuda astrologia há 30 anos, atua profissionalmente como astrólogo no Brasil e em Portugal há 13 anos. Professor de Astrologia, especializado em Astrologia Cármica. Terapeuta Florais de Bach e Xamanismo. Artista gráfico e criador de mandalas. Publicou em Portugal os livros MANDALAS MÁGICAS e MANDALAS SIGNOS DO ZODÍACO, ambos pela editora Verso de Kapa. Criador do Astroclick. Mantém uma coluna diária de astrologia no portal IG e coluna semanal no site
www.marcelodalla.com

COMPARTILHAR

Warning: A non-numeric value encountered in /var/home/datavess/astroclick.com.br/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 705