Peixes é o RELIGARE. Em Peixes dissolvemos o ego, transcendemos, desenvolvemos a fé, aprendemos a entregar o controle da vida para uma Força Maior. O ideal de Peixes é estabelecer a conexão com a FONTE. Retornar a Ela através da sensibilidade, da introspecção, da meditação, da importância da espiritualidade, da compaixão e empatia para com nossos irmãos.

As luzes do Sol vão iluminar as profundezas da psique. Peixes é a totalidade, a síntese, é a intuição que compreende o indizível. É o fim do ciclo e a preparação para um novo, quando o Sol ingressar em Áries. Peixes nos ensina que a vida tem um significado maior, além da matéria. Nos convida a dar asas para a imaginação, a sonhar, fantasiar, transcender, cultivar encantamento e magia.

“A meditação é uma maneira de ir para dentro de si mesmo, de perceber que você não é o corpo e você não é a mente. É um modo de fixar em nós mesmos, no mais profundo centro do nosso ser; e uma vez que você encontrou o seu centro, você terá encontrado tanto suas raízes quanto suas asas.”
Osho

Peixes é celebração, música, loucura, fantasia, imaginação, meditação, vontade de tirar os pés do chão e sair flutuando por aí. Peixes é cinema, literatura, inspiração, fotografia, imagem, glamour. É compaixão e empatia também, porque quando dissolvemos o ego aprendemos que tudo é uma coisa só. Conseguimos nos colocar no lugar do outro e sentir as suas dores e alegrias. Peixes é teatro, porque o ator sabe viver uma emoção com verdade e assim tocar o coração da platéia.

“Assim como a primavera é muito amada pelas árvores, pássaros e peixes… Você não conhece sua primavera espiritual íntima. Ela ainda não veio, você ainda não a convidou. A primavera exterior vem e vai, vem e vai, mas a primavera interior só vem e nunca vai. É uma primavera eterna. Suas flores são flores da eternidade. Uma vez iluminado você fica para sempre iluminado. Não há nenhum modo de voltar atrás. Quão mais esplendorosa e quão mais milagrosa será a primavera interior! Mesmo a exterior é tão grande; a interior não é apenas quantitativamente grande, ela é também qualitativamente grande. A busca da verdade é a busca da primavera interior.”
Osho

Peixes é regido por Júpiter e Netuno, planetas que falam de ideais elevados, fé, espiritualidade, amor, generosidade. Peixes é a fábrica dos sonhos. São as imagens que falam mais que mil palavras. Tudo o que trás um significado pra vida, tudo o que nos tira do chão, que nos eleva e nos faz sonhar… Segundo o saudoso colega António Rosa, do COVA DO URSO, a missão superior de Peixes é: “Aprender a estabelecer contacto com a alegria espiritual, para que possa partilhá-la com todos aqueles que conhece.” (Leia sobre os níveis evolutivos de cada signo aqui.)

“A vida deveria ser uma celebração contínua, um festival de luzes por todo o ano. Somente então você pode se desenvolver, você pode florir. Transforme pequenas coisas em celebração… Tudo o que você faz deveria expressar a si próprio; deveria ter a sua assinatura. Então a vida se torna uma celebração contínua.”
Osho

Mas Peixes é fuga, ilusão e isolamento também. Quando falta a consciência de uma realidade espiritual, a pessoa busca escapar da dureza da matéria como pode. Busca um significado, um sentido pra vida fora, e não dentro. Então projeta uma paixão, um amor idealizado. Ou busca a saída com as drogas, a bebida. De um jeito ou de outro, buscamos sempre algo mais, porque nosso inconsciente sabe que esse algo mais existe, de fato.

Peixes é descontrole, esquizofrenia, boemia, isolamento, claustro e a vontade louca tornar a vida mais bela, mesmo que pra isso seja necessário sacrificar a própria vida. Aquela vontade louca de tornar a vida mais bela, mesmo que pra isso seja necessário sacrificar a própria vida. Muitas dessas qualidades distorcidas estamos deixando para trás com o fim da Era de Peixes.

Virgem é o signo oposto-complementar e lá está o fio-terra dos piscianos. O critério necessário para separar o que é seu e o que é do outro, o que é útil do que não é, o que é real do que é ilusório. Precisamos todos aprender a filtrar o que absorvemos, a cultivar organização, disciplina e objetividade para que possamos fazer nosso serviço, conectados com as dimensões superiores. Estas são as grandes lições do eixo Virgem-Peixes.

“Procurando, buscando, investigando…
… você está em sério perigo!
A qualquer momento pode estar amando, rindo, curtindo…
– Você pode acidentalmente encontrar Deus.”
Osho

Por tudo isso, a partir de hoje temos um período especial para cultivarmos todos esses temas.

Sejamos felizes!

Marcelo Dalla
Formado em Comunicação pela ECA – USP. Estuda astrologia há 30 anos, atua profissionalmente como astrólogo no Brasil e em Portugal há 10 anos. Escreveu horóscopos diários para o Jornal Destak, para o portal UOL e agora para o Astroclick. Especializado em Astrologia Cármica. Terapeuta Florais de Bach e Xamanismo, também é artista gráfico e criador de mandalas. Publicou em Portugal os livros MANDALAS MÁGICAS e MANDALAS SIGNOS DO ZODÍACO, ambos pela editora Verso de Kapa.
www.marcelodalla.com

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA