Olá, amigos!

O Sol ingressa em Libra no dia 22/09/17. Quando o Sol ingressa em Libra, marca o Equinócio da Primavera no hemisfério sul e o Equinócio de Outono no hemisfério norte. O equilíbrio entre o dia e a noite simboliza o ideal de Libra: a capacidade de colocar os dois lados de uma questão no prato para encontrar a justa medida entre ambas as partes. Ponderar as questões, cultivar bom gosto, educação, cordialidade e harmonia nas relações.

Libra é um signo de Ar regido por Vênus, cujos interesses são voltados para o amor e para a beleza. Representa a transformação do individualismo em cooperação, portanto, gosta de investir em parcerias. É uma alegria para o nativo deste signo participar do universo do outro, compartilhar o que é seu com os demais. Ser de Libra é andar de mãos dadas, conciliar, levar paz e tranquilidade onde há discórdia.

A paisagem de Libra é limpa, clara e precisa, a natureza bruta não é bem vinda. Apelos instintivos dão lugar para a reflexão, uma visão fundamentada de acordo com princípios gerais e racionais. Libra se esforça para criar um mundo ideal em que a razão prevaleça sobre as simples sobrevivência. Estabelece ideais elevados para si mesmo, quer ser visto como um ser humano civilizado.

O Sol em Libra concede também o sentido do grupo e um gosto evidente pela política, a justiça, a religião e a diplomacia. O nativo tem uma natureza sensível e refinada. Tem horror à grosseria em geral. Há grande possibilidade de várias uniões e sociedades durante a vida, o que pode trazer problemas ou processos ligados aos casamentos ou às associações.

Principais qualidades: Etiquetas sociais, sociabilidade, sentido estético, diplomacia, respeito mútuo, companheirismo, padrões éticos, justiça, elegância.

Principais defeitos: Bajulação, indecisão, casamentos de aparência, vaidade excessiva, separações, guerras conjugais, mau gosto, imagem social desfocada, injustiças.

Libra se esforça para ser amado, age e reage muitas vezes em função da sua emotividade e dos seus estados de alma. Mas é preciso cuidado para não perder sua identidade, se tornar dependente, bajulador, hesitante ou condescendente demais. A falta de autonomia e poder de decisão pode gerar desequilíbrio, pois fica sem energia para a ação e as iniciativas. O equilíbrio está no signo oposto – Áries. Libra deve buscar autonomia e autoestima suficientes para colocar limites, dizer “não” quando necessário. Expressar suas vontades de forma saudável é importante para encontrarmos o tão almejado caminho do meio na arte dos relacionamentos.

Libra na Mitologia:
A imagem da balança ou do equilíbrio é encontrada na deusa egípcia Maat, guardiã da justiça, que pesava a alma dos mortos comparando seu peso com o de uma pena, para determinar até que ponto estavam leves. Na mitologia grega, o equilíbrio está associado a Atena, a deusa da sabedoria. Essa figura feminina com os olhos vendados passou a representar a justiça em muitos tribunais.

O ideal de um julgamento justo e objetivo surge no mito de Orestes, que matou a mãe por ordens de Apolo. Orestes foi caçado pelas Fúrias, as antigas deusas da vingança. Atena, opondo-se à retaliação selvagem e cega, coloca o caso de Orestes diante do primeiro júri humano. Depois de longas discussões e de uma votação, o júri considerou Orestes inocente. Assim, pela primeira vez na mitologia, é um grupo de seres humanos e não um rei ou um deus que determina o que é certo e é errado. A balança, o único objeto inanimado da icnografia do zodíaco, simboliza a imparcialidade, o entendimento objetivo e equilibrado dos outros e da vida.

Libra no Amor:
É o signo típico do casamento, representa a eterna procura do par ideal. Seus objetivos maiores reúnem as qualidades necessárias para uma parceria duradoura: maturidade, leis de convívio e ponderação.

Os nativos deste signo sabem que uma união tem que ser mantida num clima tépido e agradável. Nem muito calor, nem muito frio, mas sim num clima ameno, típico das tardes de outono. Suas escolhas são feitas com base no que é possível e não em sonhos utópicos. Investem suas expectativas e seu potencial afetivo numa parceria que preencha suas necessidades emocionais e racionais. Não se deixam iludir por atrativos passionais, nem atiram no escuro.

Libra gosta de cultivar bom humor, respeito mútuo e cortesia, tão necessários para um bom convívio. Sabe que uma boa risada pode economizar uma boa discussão. O casal que consegue se divertir um com o outro está salvo. Sabe também que amar o outro é aceitar sua natureza e seu jeito de ser, com qualidades e defeitos. Os melhores representantes de Libra sabem respeitar fraquezas e deficiências do parceiro, desde que qualidades admiráveis existam para um equilíbrio compensatório.

Para um relacionamento feliz, os librianos sabem que cada dia representa um novo desafio que deve ser enfrentado com muita categoria, assim como quem rega e cuida de uma planta sensível, que precisa da alternância de água, luz, sombra, calor, orvalho, poda, adubo e tantos outros detalhes.

Mas Libra deve cuidar para não desenvolver as qualidades negativas num casamento, para não viver a dependente do outro, num casamento de fachada. Essas uniões se desgastam e desencadeiam competições, na medida em que as reinvindicações não são atendidas. É preciso perceber se os parceiros se tornam atados a mero compromisso social, com os outros e com o público, quando a vida pessoal é sufocada ou deixa de existir. Libra pode fingir que se satisfaz com um cenário artificial. Isso pode ser causa de infelicidades.

Libra na Saúde:
Os librianos costumam cuidar bem de si mesmo e de sua aparência pessoal, não poupam esforços para sentirem-se bem consigo mesmos. As partes vulneráveis do seu corpo são: os rins, as glândulas suprarrenais, as vértebras lombares, a bexiga, a uretra e a próstata. Com a idade, há tendência para ficar corpulento. Obriga-se então a seguir um regime adequado para recuperar a sua silhueta. Exercícios e uma alimentação equilibrada permitirão que o nativo viva uma velhice tranquila.

Níveis Evolutivos da Alma:
1º nível de evolução: Vive a primeira experiência amorosa, o encontro do eu com o outro. O primeiro impacto de relacionamento emocional frente a alguém com quem se identifica.
2º nível de evolução: Neste nível vive-se a lenta, conflitante e fundamental experiência da aprendizagem do Amor. O outro é o espelho de suas sombras, que lhe falta saber. A dor de amor acontece sempre que o espelho lhe reduz, em vez de ampliar. Há que quebrar o espelho e aceitar uma dolorosa recuperação emocional. A maturidade amorosa consiste em digerir este processo. Ao perceber o irrealismo e a ilusão da expectativa, só então se atinge o equilíbrio amoroso, nascido de uma recuperação interior, de um centramento emocional, de uma conquista de liberdade. O Amor acontece quando outro lhe amplia e revela sua maior dimensão. Do prazer de seu reconhecimento no outro nasce uma empatia, a verdadeira emoção venusiana.
3º nível de evolução: É a vivência do Amor. O prazer do relacionamento sentido como troca, no dar e receber em liberdade. A tensão amorosa é a força atuante para o crescimento e a consciência. Compreende que só o Amor nos liberta da prisão interior, do separatismo solitário. Só o Amor liberta da divisão do mundo. Por ser o polo exterior de sua imagem interior, o outro complementa e fecha o ciclo da sua identidade.

Marcelo Dalla
Formado em Comunicação pela ECA – USP.
Estuda astrologia há 30 anos e atua profissionalmente como astrólogo no Brasil e em Portugal há 10 anos.
Especializado em Astrologia Cármica, Terapeuta Florais de Bach e Xamanismo. Artista gráfico e criador de mandalas.
Publicou em Portugal os livros MANDALAS MÁGICAS e MANDALAS SIGNOS DO ZODÍACO, ambos pela editora Verso de Kapa.
Mantém uma coluna diária de astrologia no portal ASTROCLICK e coluna semanal no site
www.marcelodalla.com

 

Ilustração: Scorpio by Julie Dillon

DEIXE UMA RESPOSTA