OLHOS ESSENCIAIS

0
350

Oi leitoras e leitores, pra inaugurar esse espaço – me borrando de medo – falo um cadinho de mim. To à beira dos 50, sou canceriana, jornalista e agora dona de brechó, mineira, criada em família católica do interior, mãe de dois meninos lindos. Chega! Um dia conto mais.

Não sei se são os cabelos brancos, mas ando fuçando aqui e acolá pra descobrir um jeito de viver melhor a metade do caminho que ainda tenho por aqui.

Rompendo alguns preconceitos, fui saber de perto como são outras linhas de pensamento sobre a vida, sobre Deus, sobre nós mesmos. Caramba! Quanta coisa legal tem por aí, quanta gente pensando e repensando a vida, tentando corrigir alguns estragos que nós causamos e que nos fizeram muito mal.

Não sei se tem alguma explicação astrológica – Marcelo Dalla que me ajude – mas sei que tem muita gente na mesma freqüência, procurando um jeito melhor de estar aqui, comendo melhor, cuidando mais dos bichinhos e da natureza, procurando ampliar a consciência, sendo mais aberto e humano, mais simples e sereno.

Então, quando penso que nosso país está virado de cabeça pra baixo, que o mundo todo tá quase explodindo com tanta guerra, injustiça, tanto sofrimento, preconceito, exploração, eu consigo ver esse outro lado, dessa gente toda inquieta com essas energias ruins e se mexendo pra fazer a sua parte e tentar melhorar o mundo.

Eu acredito que posso mudar o mundo. E consigo melhorar o mundo todo dia! Todos nós podemos. Um abraço forte em cada um que passou por aqui!

 

Célia Rennó
Jornalista, autora de 4 títulos da coleção Ludo Ludens, da Editora do Brasil, e gosta de pensar, falar e escrever sobre o comportamento humano e suas idiossincrasias. Trabalha com Educomunicação há alguns anos e nunca se aquieta. Está sempre inventando um jeito de se comunicar!

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA