Quantas vezes, ao longo dessa semana, você foi ao extremo, seja de entusiasmo ou de desânimo? Você se lembra dos momentos de equilíbrio? Ouvi, essa semana, de um sábio senhor que temos um péssimo hábito, o de gostarmos dos extremos, nos acostumamos com o desequilíbrio.

Passei a refletir e cheguei à triste conclusão de que é verdade, infelizmente. Quando encontramos uma pessoa equilibrada logo a enaltecemos, como alguém que conseguiu um feito para mestres, heróis ou religiosos.

Já pensou se fosse possível comprar equilíbrio? Há cursos, ferramentas, experiências propostas pela ciência que exercitam a calma, o encontro com o próprio eu e a liberdade emocional. Mas, é bom ressaltar que esse estado de plenitude e calmaria vem de dentro, do controle da mente, da busca da consciência. Não dá para se chegar até ele sem esforço.

Atualmente, estamos todos muito longe do agora. Ou estamos no futuro com muita ansiedade, ou voltamos ao passado e ficamos angustiados. O agora é o momento onde a consciência trabalha em benefício da mente saudável.

E você deve estar me fazendo a seguinte pergunta: como eu consigo mudar esse método arraigado e tão pouco útil? A resposta é simples. Comece.

Como sempre digo, só chega ao final da redação, se começarmos pela primeira linha. Depois de começar, utilize a determinação para lutar pelo equilíbrio por 21 dias. Estudos comprovam que tudo que se faz por esses 21 dias seguidos vira hábito. E para sair rapidamente dos extremos, basta respirar.

Se o dia estiver cheio e você estiver a ponto de sair do eixo, faça três respirações profundas e rápidas. Se ainda precisar de força para isso, imagine uma luz violeta em cima do seu corpo. Essa cor é a da transmutação, acredite. Ela tem a capacidade de alterar uma situação para o bem. Por fim, tente meditar. Parece apenas uma palavra da moda, mas não é.

Cientistas do mundo estão implementando a meditação como ferramenta de cura. E, para quem acha que é difícil, insisto em contar que aprendi em menos de 15 minutos, com um mestre muito tranquilo. Hoje, a meditação é uma porta para uma boa noite de sono, momentos de decisão, cansaço mental e busca do equilíbrio.

Antes de achar que vai encontrar o endereço da promoção, encontre nas prateleiras da sua mente a chave que te trará o que muitos querem, mas não se esforçam para ter, a atitude, Como diz o texto da Bíblia, ame aos outros como a ti mesmo. O ti mesmo agradece.

Carla Brandão
Comunicadora por opção. Jornalista por profissão. Especialista em desenvolvimento humano por vocação. Pensamentos transformadores, evolução e treinamento. Visão divertida sobre automotivação, administração do tempo, melhoria contínua e inovação. Life Coach e Palestrante com foco na transformação da vida em uma fonte de aprendizado e felicidade! Autora do livro #DoeCoragem – Manual Divertido de Viver o Agora.
email: carla@acommunica.com.br

COMPARTILHAR