“A feiúra, onde quer que esteja, tem sempre um lado belo; é fascinante descobrir beleza onde ninguém a consegue ver” – Toulouse-Lautrec

Em um mundo que se transformava e que perdia de uma vez por todas o véu conservador da ingenuidade, um artista dedicou sua criatividade a retratar a vida boêmia do final do século XIX.

Em menos de vinte anos de atividade, Toulouse-Lautrec legou ao mundo um grande acervo composto por pinturas, desenhos, litografias e cartazes marcantes, e iniciou o processo de popularização da arte, além de ajudar a definir o estilo que seria conhecido como Art Nouveau.

Uma oportunidade que nos aproxima da importância do artista é a exposição apresentada pelo Museu de Arte de São Paulo até o dia 1 de outubro. Toulouse-Lautrec em vermelho reúne 75 obras e 50 documentos, entre cartas, bilhetes, fotografias e telegramas, pertencentes a diversos museus e ao próprio MASP.

Toulouse-Lautrec em vermelho faz alusão ao salão de entrada de uma luxuosa maison close parisiense, que o artista frequentou nos anos 1890 e onde criou uma relação de amizade com as mulheres que ali trabalhavam.

Extrapolando os interiores do salão vermelho, a exposição traz uma profusão de personagens — burgueses, boêmios, trabalhadores, dançarinas e artistas que conviviam em Paris e que fizeram parte do círculo afetivo e artístico de Toulouse-Lautrec.

Representante do pós-impressionismo, Henri de Toulouse-Lautrec foi um dos artistas europeus mais importantes da virada do século 19 para o século 20, momento decisivo para a arte moderna e palco para as transformações políticas, econômicas e sociais que até hoje marcam a vida nas cidades.

Exposição – Toulouse-Lautrec em vermelho

MASP – São Paulo
Endereço
Avenida Paulista, 1578, Bela Vista – São Paulo

Site
http://masp.art.br/masp2010/

Telefone
11 3149 5959

Horários
Segunda a domingo: 10h às 18h (bilheteria aberta até 17h30)
Quinta-feira: 10h às 20h (bilheteria até 19h30)

Valores
INTEIRA: R$ 30,00
MEIA: R$ 15,00 (Estudantes, professores e maiores de 60 anos)

Toda terça-feira a entrada é gratuita para todos. Para menores de 10 anos, a entrada é gratuita.

Período
30 de junho a 1 de outubro  de 2017.

Ronaldo Cooper
Nasceu em Porto Alegre, é jornalista, roteirista, fotógrafo e editor do blog VisualZine.
visualzine.blogspot.com.br

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA