O trânsito de Urano em nossa vida
Por Titi Vidal

Urano bateu à minha porta. E foi então que tudo começou. O caminhar tornou-se irregular e as novidades começaram a aparecer.

Como dizemos em Astrologia: Urano traz o novo, o diferente, o imprevisível.

E bota imprevisível nisso! Urano vem para bagunçar a nossa vida. Com ele surgem os imprevistos e os novos acontecimentos. E é mudança que não acaba mais. Como dizem os livros, não adianta resistir, pois a mudança é certa e, na maior parte das vezes, definitiva. E ele nos obriga a mudar. A ideia é: mudamos ou mudamos.

Por isso, se não mudarmos algo irá mudar por nós ou nos forçar a esta mudança. O que muitas vezes pode acontecer de forma drástica, imprevisível e repentina. São estas as formas preferidas de Urano, um dos deuses das mudanças.

Segundo o Astrólogo Howard Sasportas, “um trânsito de Urano é associado com mudança e ruptura, e uma fase em nossa vida quando algo novo – algo “excêntrico” – precisa surgir na atenção consciente. É o momento de ser curioso e de experienciar as coisas, um período em que se pode tentar coisas novas e há riscos a assumir. Algumas vezes escolhemos conscientemente fazer as mudanças necessárias; em outras horas , as mudanças parecem ser a nós impostas por eventos externos. De qualquer modo, Urano se concentra em nos pôr em contato com partes inexploradas de nossa natureza. Onde nos tornamos arraigados em nossa maneira de ser por amor à segurança e à estabilidade, Urano sinaliza que estamos prontos a romper com rotinas e padrões rígidos ou limitados demais. Quer gostemos ou não, Urano é o alarme que nos arranca do sono e nos desperta para um novo dia. Algumas pessoas saltam da cama prontas para embarcar naquilo que têm à frente; outras tornam a cobrir a cabeça e simplesmente não querem saber”.

No fundo acho que nunca estamos prontos. Quem é que acorda e diz: que maravilha, hora de mudar! Vou abandonar tudo que tenho e partir rumo a tudo que o novo me traz! Pelo menos nunca conheci ninguém assim…

Urano, onde quer que transite em nosso mapa, vem acompanhado de insatisfação e inquietação. A vontade é romper, jogar tudo para o alto e procurar qualquer coisa que pareça melhor do que aquilo que temos à mão.

Outras vezes, a inquietação apenas promove um sentimento de irritação e ansiedade tão grandes, que tudo que queremos é fugir e então resistimos ao máximo àquilo que devemos fazer.

O fato é que mudamos ou mudamos. E faremos isso voluntariamente ou simplesmente porque não há mais outra alternativa. Então talvez o melhor a fazer seja mesmo “deixar rolar”. Permitirmos nos abrir às mudanças e transformações e ver o que acontece. Sem medo de ser feliz!

É importante olhar o que deve ser mudado, eliminado, alterado. Pode ser uma relação, uma forma de pensar, um trabalho, uma postura, ou um simples pensamento. Não importa o assunto, a área ou o tamanho do que deve ser mudado, mas sim a efetiva mudança.
A palavra chave de Urano é desapego. É preciso desapegar de padrões, pensamentos, atitudes, comportamentos. Seja lá o que for, é necessário desapegar…

E como é difícil desapegar, deixando o passado em seu devido lugar…

E o que acontece quando tentamos controlar ou surpreender este imprevisível destino é que geralmente os surpreendidos somos nós: um relacionamento se acaba, um emprego deixa de existir, alguém parte, deixamos de ter uma opção ou passamos a ter várias. Enfim, algo acontece e nos força a enxergar que não estava tudo tão seguro, estruturado e perfeito assim.

E agora ? Bem, agora é hora de continuar… Seguir em frente e decidir mudar. Desapegar do que se tem e permitir que o novo entre nesta nova vida. E ser feliz!

Como diz Rita Lee, “Um belo dia resolvi mudar e fazer tudo que eu queria fazer. Me libertei daquela vida vulgar que eu levava estando junto a você. E em tudo que eu faço existe um porquê , sei que eu nasci para saber. E fui andando sem pensar em voltar e sem ligar para o que aconteceu. Um belo dia vou lhe telefonar pra lhe dizer que aquele sonho cresceu. No ar que eu respiro eu sinto prazer de ser quem eu sou , de estar onde estou. Agora só falta você”.

E é bem por aí, quando permitimos que este novo e imprevisível futuro que nos bate à porta entre, é como se tudo passasse a fluir. E então estamos preparados para viver mais felizes.
Isto porque, com toda certeza, urano nos liberta e nos devolve à nossa mais pura e profunda essência.

E então, vamos mudar?

 

Titi Vidal
Astróloga, taróloga, consteladora e terapeuta. Atende e ministra palestras e cursos. Colunista de sites, revistas e jornais. Astróloga da Revista Cosmopolitan (Editora Abril) e do Programa Mulheres (TV Gazeta). Autora de livros. Já atuou como advogada. Pós graduada em Jornalismo e Mestre em Comunicação.

Autora do site www.titividal.com.br.
Email: contato@titividal.com.br

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA