As flores encantam o ser humano tanto pelo colorido quanto pelo perfume de tal forma que é difícil achar alguém que não goste de flores. Até hoje, já conseguimos catalogadas mais de 250 mil espécies de plantas florais. A flor é um fator-chave no êxito evolutivo do mundo vegetal.

As plantas com flores surgiram entre 140 e 250 milhões de anos e ainda não foram encontradas flores fósseis com mais de 130 milhões, tornando desafiadora a pesquisa para descobrir como as primeiras flores poderiam ter parecido. A evolução das plantas com flores intrigou inclusive Charles Darwin, que descreveu sua diversificação súbita como “um mistério abominável”.

Mas agora o francês Hervé Sauquet (biólogo evolutivo e primeiro autor do novo estudo de Paris – Sud University) e uma equipe internacional de pesquisadores dizem ter desvendado um pedaço importante do quebra-cabeça – a estrutura da flor ancestral. A equipe construiu uma árvore genealógica que conecta todas as espécies vivas de plantas com flores, baseada em dados genéticos de 792 espécies e mapeia suas características estruturais.

O resultado é uma flor de aparência delicada com anéis de pétalas viradas para cima. As partes femininas (carpelos) e masculinas (estames), e múltiplos órgãos curvos semelhantes a pétalas, em conjuntos de três. O estudo revela que os estames, as pétalas e os sépalos – partes protetoras de pétalas – estavam dispostos em círculos concêntricos chamados de espirais, com três pétalas ou sépalas em cada um.

A primeira flor.
Arte: Universidade Paris-Sul/Herve Sauquet and Jurg Schonenberger

Para aqueles que ficaram curiosos, segue uma lista das plantas que são consideradas fósseis vivos. Talvez você tenha alguma delas em casa e nem sabia que os antepassados dela vêm de tão longe.

Pteridófitos:
Equisetum – Cavalinha, milho de cobra, erva-carnuda, rabo-de-rato, cauda-de-raposa, rabo-de-cobra, cana-de-jacaré, erva-canudo, lixa-vegetal, cola-de-cavalo.
Lycopodium – possui propriedades medicinais, sendo utilizado em tratamentos homeopáticos.
Samambaias
Musgo

Gimnospermas:
Pinheiro da Nova Zelândia – Agathis – Agathis na Austrália e no Pacífico, Almasiga nas Filipinas
Araucaria araucana
Cicadófitas
Ginkgo biloba
Metasequoia – sequóias vermelhas
Sciadopidades “pinhais de guarda-chuva japonês”
Criptomerioides de Taiwania
Wollemia
Welwitschia

Angiospermas:
Amborella – planta da Nova Caledônia
Trapa
Nelumbo ou lótus

Fungo:
Neolecta

Ronaldo Cooper
Nasceu em Porto Alegre, é jornalista, roteirista, fotógrafo e editor do blog VisualZine.
visualzine.blogspot.com.br

 

 

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA